10 DICAS PARA VENDER MAIS EM TEMPOS DE CRISE


por Emir Pinho em Principal / 20 de agosto de 2015

Vender nunca foi uma tarefa fácil, mas em tempos de crise, atingir a condição orgasmática da venda se tornou o resultado de ações muito mais profissionais.

Nos dias atuais, os profissionais de vendas precisam se superar para conseguir atingir metas e estabelecer negócios.

E isso também deve ser a tônica para o nortear as lojas virtuais.

10dicas_emir

 

 

É necessário que as equipes de vendas atentem para inúmeros fatores que podem levar ao “SIM”, realizando negócios de valor e rentabilidade para todos, num verdadeiro jogo de “ganha-ganha”.

Dessa forma separei algumas dicas para que você possa atingir resultados de alta performance:

 

 

  1. Agradeça as opiniões, recomendações, sugestões e as reclamações. Clientes tem algo muito importante para empresas e profissionais: Possuem a experiência da compra so-bre nossos produtos e ou serviços, e podem apontar muitas melhorias para atendermos suas necessidades, satisfazer seus desejos e alcançar suas expectativas. No caso do e-commerce, isso “humanizará” a relação;
  2. Crie condições para que os clientes se sintam a vontade durante seu atendimento. Isso envolve a timeline de vendas nos momentos de atendimento, de negociação, de venda, de entrega e da pesquisa de satisfação;
  3. Se você falhar, trate a situação de forma transparente e desculpe-se de forma honesta e responsável;
  4. Faça tudo que puder para tornar cada vez melhor a relação com seus clientes, estabelecendo métodos e meios claros, sinceros e justos, pois isso será fundamental para conquistar não apenas a venda, mas o respeito e a cumplicidade no processo comercial;
  5. Aplique a força do follow-up para ter a certeza de que você está fazendo a coisa certa. Além de criar dados e informações mensuráveis, o processo permite planejar como amadurecer as relações com seus clientes;
  6. Durante as negociações, crie condições para ter certeza de que poderá provar que seu produto ou seu serviço valem cada centavo cobrado. Nas crises, as pessoas valorizam muito o pleno atendimento das necessidades com “preços justos”;
  7. Destaque os diferencias de produtos e de atendimento. Esses valores serão fundamentais para estabelecer os critérios de peso nas negociações;
  8. Durante o processo, aja para disparar os processos de decisão mental para definir a negociação, tais como conhecimento, paciência, disposição, necessidade, diferenciação;
  9. Reforce que o preço é apenas um item e que na prática não é o “todo” para retratar o valor de seus produtos ou serviços. Ou seja, não permita que sua negociação seja reduzida ao embate de preços;
  10. Pense, planeje e faça tudo para que seu cliente tenha a vida facilitada por usar seus produtos ou serviços, e principalmente por negociar com você.

 

Este artigo foi publicado na Revista Hashtag e pode ser lido na íntegra no endereço
http://www.hashtagrevista.com.br/downloads/Revista_HASHTAG_Edicao01.pdf


Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *