Arrombamentos de casas no Litoral Norte aumentam após término da temporada


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 19 de março de 2009

Polícia | 19/03/2009 | 13h14min

Arrombamentos de casas no Litoral Norte aumentam após término da temporada

No primeiro semestre de 2008 foram registradas mais de 400 ocorrências em Capão da Canoa

felipe.chemale@rdgaucha.com.br

O arrombamento de casas no Litoral Norte costuma aumentar após o término da temporada de verão, e surpreende quem vai passar o final de semana na praia. Érico Heemann, morador de Sapucaia de Sul, se assustou ao encontrar a casa, na Praia do Barco, em Capão da Canoa, até mesmo com fezes humanas pelo chão.

— Sexta, quando chegamos (na praia), ao abrirmos a casa, deparamos com tudo pelos ares. Fizeram uma senhora limpa. Levaram microondas, conjunto de mesa e cadeiras, louças, televisão, roupas de cama e até um quadro que ganhei de Natal da minha esposa dizendo: você é meu melhor presente! e um chinelo de dedo — lamenta Heemann.

Um comerciante da mesma praia, que pediu para não ser identificado, reclama que há anos, os ladrões são conhecidos pelos moradores e alguns veranistas mais antigos.

Em todo o Litoral Norte são 700 policiais militares que fazem o policiamento ostensivo na região. Conforme o comandante da Brigada Militar no litoral, coronel Péricles Álvares, há um esforço para reduzir os arrombamentos.

No primeiro semestre do ano passado foram registradas mais de 400 ocorrências de arrombamentos de casas de veraneio na delegacia de Capão da Canoa. Em praias com menor movimento os ladrões chegam a dormir alguns dias nas residências para escolher o que será levado.

FELIPE CHEMALE


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.