As cidades recordistas


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 12 de janeiro de 2008

Uma análise dos números da criminalidade em 2007 revela que os ladrões de carros concentram suas ações na Região Metropolitana e no Vale do Sinos.
São Leopoldo é líder do ranking das 50 cidades com maior frota no Estado.
Os índices foram apurados por Zero Hora com base em dados da Secretaria da Segurança Pública, levando-se em conta o número de furtos e roubos, em relação à frota.
Porto Alegre aparece na segunda colocação, seguida de Novo Hamburgo. A estatística oficial aponta que os ladrões levaram menos veículos no Estado em 2007, em comparação a 2006. Parte disso, por causa das iniciativas das autoridades, mas os números mostram que nas duas regiões as ações foram insuficientes.Segundo estudiosos, essas áreas estão contaminadas pela criminalidade devido à desigualdade social mais acentuada.
Um em cada cinco gaúchos vive em subabitações, a maioria no eixo Porto Alegre-Vale do Sinos, região de origem de mais de um terço da massa carcerária. Para a polícia, crises financeiras nas indústrias calçadistas e o conseqüente desemprego têm empurrado para a delinqüência ex-operários.
– É por isso que o Vale do Sinos é a base dos principais expoentes do crime no Estado – afirma o delegado Guilherme Pacífico, da Delegacia Fazendária, que por cinco anos comandou a DP em Campo Bom.
O carro é uma arma preciosa como um revólver ou uma pistola. É ferramenta de trabalho para assaltantes, serve de moeda de troca para traficantes e alimenta a indústria do desmanches e da clonagem, explicam autoridades.
JOSÉ LUÍS COSTA

Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.