Bando Assalta prédio em construção


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 16 de outubro de 2008

15 de outubro de 2008 | N° 15759 Jornal Zero Hora

PORTO ALEGRE

Bando assalta prédio em construção

Um prédio em fase final de construção foi invadido na madrugada de ontem por pelo menos oito assaltantes, no bairro Auxiliadora.

Dois funcionários que moravam na obra foram amarrados e, durante mais de uma hora, os bandidos carregaram até R$ 20 mil em materiais e ferramentas.

Raimundo Ferreira da Silva, 41 anos, e Willian Fernandes Mendonça, 24 anos, de Dom Pedro II (PI), foram mantidos reféns, na madrugada de ontem, por uma quadrilha que assaltou um prédio em fase final de construção, na Rua Eudoro Berlink, no bairro Auxiliadora, em Porto Alegre. De acordo com a construtora, o bando – com cerca de oito homens – teria levado cabos elétricos e ferramentas.

Os nordestinos foram surpreendidos pouco depois das 23h de segunda-feira. Eles ouviram um barulho no segundo piso do prédio, onde fica a peça improvisada como moradia. Dois homens armados arrombaram a porta e renderam a dupla, que foi amarrada com fios às camas.

Polícia considera difícil ligação com crimes nas redondezas

Com a chave, os bandidos abriram o portão, para a entrada de uma Kombi, com pelo menos mais seis assaltantes. Foram levados os materiais da fase final da obra. Basicamente, cabos elétricos. O plano da construtora era começar hoje a montar a fiação do prédio residencial.

Os presentes que os dois nordestinos, moradores da obra, haviam comprado para levar às famílias também foram levados, além de todas as roupas e a TV.

– Fiquei sem nada. Só com a roupa do corpo mesmo – afirma Raimundo.

O bando fugiu cerca de uma hora depois de iniciar a ação. Raimundo conseguiu se soltar e chamou a Brigada Militar. Ainda sem suspeitos, o chefe de investigações da 8ª DP, André Luís Berbigier, considera difícil a ligação deste crime com os freqüentes arrombamentos na Eudoro Berlink:

– É diferente, porque parece uma ação mais organizada. Nunca tivemos um crime deste tipo nesta área.

EDUARDO TORRRES | Especial

 

 

Nota do Emir: Isso prova que, mesmo canteiros de obras devem contar com sistemas eletrônicos de segurança. Imagine que os bandidos tiveram a tranqüilidade para permanecer mais de uma hora no local, sem serem incomodados!


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.