Colaboradores x Colabora+dores!Autor – Marcos Sousa


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 27 de abril de 2009

Colaboradores x Colabora+dores!

Qual é o órgão mais importante e vital do corpo humano? Talvez o coração, pois circula todo o sangue através das artérias e veias. Sem sua irrigação o corpo morre. Mas o sangue não produz oxigênio para as células, certo? Ah! Então, é o pulmão? Acho que não! E o cérebro? Nenhum corpo duraria muito sem ele. Mas, corpo algum viveria sem os nutrientes. Daí a importância de todo sistema digestivo. Você ainda poderia se lembrar dos rins, fígado, glândulas, ossos, músculos, olho, pele, ouvido, enfim, de cada parte, célula, órgão ou sistema do corpo humano.

 
 

Agora, pergunto: Qual é o setor mais importante da sua empresa? Você acha que seu departamento é o mais vital? Você se considera o funcionário mais imprescindível? Você não trabalha sozinho. Alguém sempre depende do resultado de seu trabalho, e você depende de outras pessoas. E todos dependem de todos. Desse modo funciona a empresa, o corpo humano e o universo. Mas
muitas empresas encontram dentro de si mesmas seus piores concorrentes
e ameaças. A falta de colaboração, concorrência entre os departamentos e desunião entre funcionários são alguns dos maiores problemas e entraves que impedem melhores desempenhos e resultados.

 
 

O que aconteceria se hoje, durante seu sono, você descobrisse que seu pulmão resolveu chamar sua atenção, diminuindo o ritmo de produção de oxigênio até atingir completa apnéia? Ou se seu coração decidisse revidar e também cruzar os braços por uma hora? Ou, ainda, se seu dente canino quisesse mostrar que também é um bom colabora+dor. Imagina ainda seu intestino reivindicando mais atenção! Certamente algum cheiro ficaria no ar. Quem dormiria desse jeito?

 
 

De modo semelhante, testemunho, em muitas empresas, disputas, vaidade, conflitos de egos e falta de colaboração interna. O departamento comercial não vende, o técnico não atende as solicitações, o estoque não estoca, a logística não entrega, o financeiro não libera verba, a rede de dados não funciona, a diretoria não tem liderança… Enfim, o caos! Não só noites como dias perdidos. Placar: Colabora+dores 10 x 1 Colaboradores!

 
 

Certamente, nenhuma célula, órgão, parte ou sistema do corpo é mais importante do o que outro, porque todos são imprescindíveis, quando trabalham de forma coordenada, orientada, eficaz e eficiente para manter o corpo vivo e pulsante. A natureza nos ensina. Você jamais encontrará uma árvore se comparando à outra numa floresta ou pomar. Nenhuma árvore é mais bela e completa do que a floresta.

 
 

Existem várias ameaças externas. Uma crise financeira pode levar qualquer empresa à UTI. Então, por que produzir mais doenças e problemas internamente? Qualquer corpo padece mais rapidamente se as células (funcionários) decidirem cruzar os braços e não fazer o que todos esperam. Todos sabem o que uma célula cancerígena pode provocar no corpo. Momentos de dificuldade ou crise financeira servem para pararmos um pouco e repensarmos o valor que cada componente, seja funcionário ou colaborador, tem para a sobrevivência, fortalecimento e crescimento da empresa.

 
 

Se por um lado, um funcionário pode não mais funcionar e comprometer toda a cadeia produtiva, por outro, um funcionário pode funcionar de maneira mais eficaz e eficiente do que nunca. Se por um lado um colabora+dor pode literalmente colaborar com mais dor para o paciente já debilitado, por outro, pode definitivamente colaborar com toda sua força e motivação para tornar a empresa, e não apenas seu departamento, a melhor do mercado.

 
 

Seu José abre e fecha o portão da empresa. Tereza é a secretária e recepcionista. Dona Maria faz o cafezinho e limpa a empresa. Evison cuida do estoque. Fabíola é responsável pelo RH. Anderson é da técnica, Fábio do comercial, Andréia do financeiro e Márcio da gerência. Todos são importantes e vitais para manter o corpo sadio. Uma empresa sem funcionários orgulhosos e felizes é um corpo sem alma.

 
 

Em momentos de crise, cabe à diretoria valorizar o departamento de recursos, ou melhor, talentos humanos e investir definitivamente em políticas e ações de marketing interno. Também cabe a cada colaborador entender que todos devem não só vestir a camisa, como tatuar a marca da empresa no peito, a fim de levá-la adiante a despeito de qualquer ameaça ou cenário desfavorável.

 
 

Quando o corpo morre, não adianta apurar ou apontar culpados, pois todos morrem com ele. Ainda que você possa buscar outro emprego ou dizer que não foi o responsável pela morte de sua empresa, saiba que muitas pessoas e famílias perderão algo se sua empresa fechar. E como todos estão interligados, de algum modo, a perda de alguém do outro lado do mundo também é sua perda. Não seja colabora+dor. Seja um colaborador de trabalho, felicidade, saúde e energia para sua empresa, família e planeta.

 
 

Não tire seu corpo fora dessa !

22/04/2009

Marcos Antonio de Sousa, graduado em Engenharia Eletrônica e MBA em Administração de Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Especialista em vários cursos nacionais e internacionais de vendas para o mercado de segurança eletrônica. Atua como consultor de Marketing, Vendas e Estratégia Empresarial para as empresas do ramo de segurança. Consultor da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE). Conferencista em eventos realizados pela FENAVIST (Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores). Colunista da Associação Brasileira de Profissionais de Segurança (ABSEG). Palestrante nos principais congressos, simpósios e eventos de segurança eletrônica e privada do país. Articulista no Jornal da Segurança e SegNews, nas revistas Proteger, Venda Mais, Infra, Segurança&Cia;, SESVESP, Security, Higi Press (ABRALIMP) e Negócio Fechado (Japão). Autor do livro: Vendendo Segurança com SEGURANÇA. E-mail: marcos@consultesousa.com


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.