De vítima de ladrões à vítima da burocracia


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 28 de abril de 2009

26 de abril de 2009 | N° 15951

ROUBO DE CARROS

De vítima de ladrões à vítima da burocracia

Depois de entregar o carro a bandidos sob a ameaça de uma arma na cabeça, motoristas ainda sofrem com um outro tipo de adversidade: o desamparo por parte das autoridades. Em média, 80 veículos são roubados e furtados por dia no Estado, sendo 51 deles recuperados, a maior parte abandonada pelos ladrões. Reaver automóveis em poder do Estado é uma tarefa tão espinhosa para as vítimas como superar o trauma dos assaltos.

ZH acompanhou o calvário a que são submetidos esses motoristas, vítimas duas vezes: da criminalidade e de um sistema deficiente. As histórias se repetem.

O caso mais emblemático é de um empresário e professor universitário. Enquanto o carro dele ganhava crostas de poeira em um depósito, após ter sido recolhido no mesmo dia em que foi roubado, a vítima seguia batendo em portas de repartições policiais à procura do veículo. Policiais não foram atrás dos ladrões, tampouco avisaram a vítima da localização do veículo, e ela padeceu por quatro dias perambulando de um lado a outro. Confira a saga do empresário e veja os pontos em que o Estado falhou:

joseluis.costa@zerohora.com.br

JOSÉ LUÍS COSTA


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.