Dez suspeitos de roubo de carga são presos


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 20 de novembro de 2008

Presos dez suspeitos de roubo de carga

Dois integrantes furaram bloqueio e foram presos em São Paulo.
Alvo dos criminosos era a carga avaliada em cerca de R$ 1,5 milhão.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal prenderam em flagrante na manhã desta quarta-feira (5) dez homens quando roubavam uma carreta na Rodovia Presidente Dutra. Segundo a PRF, a quadrilha estava em quatro veículos e interceptou o caminhão nas imediações do km 333, em Resende, no Sul fluminense. Testemunhas avisaram os policiais que partiram imediatamente para o local.

Ao perceber a aproximação da polícia, os suspeitos tentaram fugir. Três dos veículos seguiram em direção ao Rio, mas os sete ocupantes foram presos no km 311 da rodovia, onde foi montada uma barreira policial.

 O quarto veículo fugiu para São Paulo e, depois de furar um bloqueio, os dois ocupantes foram detidos e o motorista da carreta, que estava em poder da dupla, libertado pela Polícia Militar paulista. A PM de São Paulo interceptou o veículo em uma estrada vicinal, no município de Cachoeira Paulista.

 Fuga a pé frustrada

Um dos integrantes da quadrilha tentou fugir a pé, de acordo com a PRF, mas foi encontrado por policiais militares fluminenses que apoiavam a perseguição em Resende.

Um dos presos, de 20 anos, tem mandado de prisão em aberto por homicídio. Segundo os agentes, um outro suspeito, que também tem antecedentes pelo crime de roubo, era o chefe da quadrilha. Em um dos veículos usados no roubo, foram encontradas ferramentas especiais e equipamentos de rastreamento retirados da carreta.

O alvo dos criminosos, segundo a polícia, era a carga transportada, avaliada em cerca de R$ 1,5 milhão, composta por produtos diversos, mas todos de elevado valor comercial.

Todos os presos, bem como os materiais apreendidos, foram encaminhados para a 99ª DP (Itatiaia). O motorista da carreta, identificado como Eduardo dos Santos, de 27 anos, também foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.