Esteja atento às dicas contra roubo e furto de carros


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 24 de novembro de 2006

As estatísticas mostram que as ocorrências de roubo e furto e automóveis crescem a cada dia. Vale tudo: atirar pedras no pára-brisa, truques para estourar os pneus e até mesmo simular pequenas batidas, na intenção de chamar a atenção do motorista. Acreditamos que não há solução para o caso, mas existem coisas que podemos fazer para evitar estar de frente com este tipo de situação. Com certeza o alvo dos assaltantes são aquelas pessoas que moram nas grandes cidades, e é justamente por isso que chegou a hora de nos conscientizarmos. Vale lembrar que mulheres e idosos são os preferidos dos assaltantes. Aí vão algumas dicas para pelo menos tentar se proteger das abordagens:
Prefira estacionamentos pagos, proteção para você e o carro. Caso estacione na rua, fuja de lugares desertos. Mantenha portas (especialmente veículos com quatro portas) e vidros travados. Sempre! Não dê moleza para esses bandidos: não fique, em hipótese alguma, dentro do carro parado. Evite ficar conversando dentro do carro, em questão de segundos algo pode acontecer. Nunca deixe a chave no contato. Atenção redobrada quando parar no semáforo. À noite, vá reduzindo a velocidade ao avistar o sinal vermelho para evitar parar, no entanto respeite o sinal. Não deixe objetos como a bolsa à vista. Se perceber que está sendo seguida, tome a direção das vias mais movimentadas, não siga para sua casa.
Pode parecer banal, mas nunca dê carona a estranhos. As aparências enganam! Prefira carregar consigo, e não dentro do carro, cópias autenticadas pelo Departamento de Trânsito do seu estado, dos documentos do carro. Não pare se o pneu furar ou se o pára-brisa for atingido por pedras. Reduza a velocidade, vá para um lugar seguro e lá você pensa no que fazer. Não caia no truque das pequenas batidas! Ao chegar tarde em casa, dê uma verificada se não tem alguém te observando. Se você for abordada, não buzine, isso pode fazer com que a ira do ladrão aumente. Não hesite em entregar o veículo, a bolsa, a carteira, o que for e de preferência, avise-o de sua atitude, a maioria deles é bastante intolerante (muitas vezes estão drogados).
Peça para começar a se mexer, mas muito cuidado com os movimentos bruscos! Tirar o cinto de segurança, ou até mesmo deixar escapar o pé da embreagem pode ser arriscado. Não olhe para o rosto do bandido, tem medo de ser reconhecido e pode se irritar com isso! Fique atento, pois podem estar agindo em dupla. Esqueça dos sistemas de resgate do alarme, alguns deles cortam o combustível, e aí o quando o carro parar, o ladrão pode ainda estar bem próximo de você. Prefira os carros com alarme original. Há ainda recursos que ajudam na prevenção, como é o caso da blindagem de veículos. Se tem condições, não deixe de fazer, principalmente se tiver um carro importado, os mais visados.
O preço varia de acordo com o modelo, mas uma proteção de qualidade não sai por menos de 40.000 reais, se bem que hoje em dia já estão disponíveis no mercado, carros mais populares blindados, como é o caso do Gol.
Por sua vez o dispositivo de rastreamento é um aparelho oculto na carroceria que, ao receberem o comando de uma central, podem fazer o carro parar no meio da rua ou até indicar com grande precisão onde ele se encontra. Assim, se você é assaltada, liga para a central, que ativa um sinal específico direcionado para o seu veículo. O carro pára na hora e ainda emite um sinal para a central, que permite rastreá-lo.
Existem sistemas que operam por antenas (grande margem de erro) e outros, como o Monitoramento Veicular STV que opera por GPS e comunica por GSM/GPRS, tendo uma margem de erro em torno de 10 metros, permitindo um rastreamento direto e eficaz.
Os aparelhos com grande marge de erro custam entre 600 e 2.200 reais e não oferecem resposta adeqüada ao usuário. Por sua vez o rastreador do Monitoramento Veicular STV custa apenas R$ 1.690,00 e conta com uma grande rede de resposta imediata nas regiões metropolitanas de Porto Alegre, Grande Porto Alegre, Vale do Sinos e Grande Caxias. O investimento em monitoramento tem uma mensalidade de 95 reais. Mais informações pelos telefones: 0800 646 7744 (STV Segurança) ou 51 9967 3306 (24 horas com o Consultor de Segurança – Emir Pinho).
Para quem tem travas de portas e vidros elétricos, uma sugestão são os módulos que ligam esses dispositivos a uma central para que portas e vidros fechem automaticamente ao se acionar o alarme. Todas essas dicas são, sem dúvidas, válidas, mas, antes de mais nada é fundamental estarmos conscientes da situação, e já que “a ocasião faz o ladrão”, é preciso estar mais do que atentos. Faça a sua parte!

Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.