Fuga de Papagaio preocupa vigilantes de carros-forte


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 27 de agosto de 2006

A fuga do assaltante Cláudio Adriano Ribeiro, o Papagaio, deixa apreensivos os vigilantes de carros-forte. A maioria se mostra indignada com a facilidade com que o apenado escapou na quarta do albergue da Penitenciária Estadual do Jacuí, no Rio Grande do Sul, onde cumpria pena no regime semi-aberto.
As empresas de transporte de valores distribuíram aos vigilantes fotos atualizadas do assaltante. O diretor do Departamento de Investigações Criminais do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior, acredita que o criminoso não deve realizar novos ataques, pelo menos por enquanto.
Duzentos carros blindados circulam diariamente no Rio Grande do Sul. Duas quadrilhas se notabilizam nos assaltos a carros-fortes no Sul do país. Uma liderada por Cláudio Adriano Ribeiro, o Papagaio, e outra por José Carlos dos Santos, o Seco, preso na PASC desde abril. No entanto, a linha de atuação é diferente: enquanto o bando de Papagaio usa disfarces de policiais ou de carteiros em falsas blitze, o bando de Seco é mais violento, e normalmente arremessa caminhões contra os carros-forte. Desde a prisão de Seco a onda de ataques parou nas estradas gaúchas.
Fonte: Rádio Gaúcha

Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.