Golpe contra ladrões de carro


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 30 de setembro de 2008

30 de setembro de 2008 | N° 15744 Jornal Zero Hora

FURTOS E ROUBOS DE AUTOMÓVEIS SA

Golpe contra ladrões de carro

Operação da Polícia Civil prende seis suspeitos de integrar quadrilhas que roubavam carros e caminhões para vender no RS e em SC

Em casas cercadas por muros altos, circuitos de câmeras internas de vigilância e cercas elétricas, suspeitos de liderar duas quadrilhas de furto e roubo de carros foram presos nas primeiras horas da manhã de ontem, em Novo Hamburgo e Sapucaia do Sul, no Vale do Sinos. Eles foram surpreendidos pela Operação Clone, deflagrada pela Polícia Civil e pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), no Vale do Sinos e em Santa Catarina.

Dois homens foram detidos em Novo Hamburgo, quatro em Sapucaia do Sul. Outros três escaparam ao cerco. Uma equipe de policiais foi enviada a Santa Catarina na sexta-feira, mas, no Estado vizinho, ninguém havia sido preso até ontem. Lá estaria o receptador dos carros roubados ou furtados no Rio Grande do Sul.

A polícia estima que de cinco a 10 veículos eram roubados ou furtados em um fim de semana. Desde dezembro, os policiais monitoravam os grupos por meio de interceptações telefônicas. Na mira deles, estariam carros de alto valor: Civic, Corolla, Fielder, Mercedes-Benz, A3 e Astra.

As investigações ganharam força quando um motorista contratado pela quadrilha foi preso em São Leopoldo em dezembro de 2007. Foi então que a equipe da 1ª Delegacia da Polícia Civil de Novo Hamburgo, sob o comando do delegado Joerberth Nunes, começou a apuração.

Entre os seis homens detidos, estão os supostos líderes do roubo e furto de carros e de caminhões. Os dois trocariam informações e repassavam os carros para um mesmo receptador, em Santa Catarina. Códigos seriam usados entre eles na tentativa de ludibriar a polícia. “Bred” era um Corolla (veja quadro).

Todos os detidos foram indiciados por furto, roubo, receptação, formação de quadrilha e adulteração de sinal identificador de veículo e encaminhados ao Presídio Central de Porto Alegre. A polícia pretende pedir hoje ou amanhã a prisão preventiva do grupo.

– Estamos convencidos de que há mais quadrilhas em atuação no Vale do Sinos – enfatiza o delegado, Joerberth Nunes.

Depois de conseguir os carros, o grupo contratava motoristas para dirigirem até Santa Catarina, especialmente para Criciúma. Pagariam R$ 300 ao condutor de carros e R$ 500 para o de caminhão. Os veículos passariam a circular no Estado vizinho.

leticia.barbieri@zerohora.com.br

LETÍCIA BARBIERI | Vale do Sinos/Casa Zero Hora

 

Saiba mais

Dez veículos foram apreendidos durante a operação e encaminhados para perícia – sete carros, duas motos e um caminhão baú:

> Fiesta de cor prata, ILW-0681

> Parati vermelha, IKN-6329

> Astra branco, CYR-7451

> Marea branco, IIW-7853

> Uno branco, IEO-4175

> Golf, IFB-2805

> Passat branco, ICR-3441

> L200 branco, KCH-9365

> Moto Honda Falcon, MAU-3423

> Moto Honda Titan, INT-5829

> Caminhão Volkswagen, JQI-1158

UM DIÁLOGO INTERCEPTADO

Escuta de uma conversa do dia 9/11/2007, às 15h24min47s, mostra uma dupla combinando uma encomenda:

Interlocutor 1: Alô

Interlocutor 2: Ô meu, vê se o teu bruxo quer um “bred” (a Polícia suspeita que bred seja um Corolla, cuja propaganda era feita pelo ator Brad Pitt)

Interlocutor 1: Acho que sim, né

Interlocutor 2: Tá, mas vê lá, que tá na mão. Tá desde ontem pego.

Interlocutor 1: Tem roda? (rodas esportivas)

Interlocutor 2: Não.

Interlocutor 1: Então ele não quer.


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *