Igreja arrombada duas vezes no ano


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 11 de março de 2007

Igreja arrombada duas vezes no ano

Era dia de São Sebastião, 20 de janeiro. A igreja São Sebastião, como de costume, preparava missas especiais. Mas, antes de o sol nascer, uma inoportuna visita ao salão paroquial tirou o brilho da festa que começaria pela manhã.
Essa foi a primeira das duas vezes que a igreja foi alvo de furto este ano. Depois de quebrar o vitral ao lado da porta principal, um homem arrombou a urna onde os fiéis depositam o dízimo. Levou tudo.
Uma secretária da paróquia, pedindo sigilo, não sabe quanto havia na caixa. Não contente com a quantia, o bandido revirou armários, derrubou estátuas e furtou objetos que, para muitos, podiam ser de pouco valor. – As senhoras gostavam. Eram almofadas, toalhas e terços usados por grupos de oração – conta a secretária.
Depois da igreja, o bandido foi pulando pelos telhados e saqueou três estabelecimentos comerciais das imediações. No segundo arrombamento à São Sebastião, um mês depois, o procedimento foi parecido. Mas foi quebrado outro vitral, na parte dos fundos. Sem o dízimo novamente, a igreja passa por dificuldades financeiras. Mesmo assim, o pároco pesquisa os preços de alarmes para instalar na igreja.
– A casa de Deus sendo roubada é algo que merece a mobilização de qualquer corporação – define uma freqüentadora da igreja, Rosa Maria Schüllendug, 66 anos.

Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.