Ladrão age em bairros nobres da Capital


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 19 de novembro de 2008

Polícia 19/11/2008 04h36min – Jornal Zero Hora

Ladrão age em bairros nobres da Capital
Alvo do criminoso são apartamentos de luxo

Agentes da 10ª DP (Bom Fim) estão à procura de um homem que vem assaltando condomínios residenciais em bairros nobres de Porto Alegre. O alvo do criminoso são apartamentos de luxo, com preferência por aqueles onde vivem pessoas sozinhas. Uma das últimas investidas do ladrão ocorreu na tarde de 10 de novembro, no bairro Moinhos de Vento, quando levou cerca de R$ 500 mil em jóias.

O bandido anda bem-vestido, age sozinho e costuma entrar nos prédios sorrateiramente, em momento de desatenção de funcionários e moradores. No ataque a um prédio da Rua 24 de Outubro, no Moinhos de Vento, o ladrão aproveitou que o porteiro liberou o acesso para um prestador de serviço e passou sem ser abordado para identificação.

Em seguida, rendeu uma mulher de 90 anos, moradora do condomínio, que estava no saguão. Armado com um revólver, e sem que outras pessoas percebessem, o ladrão subiu com a vítima até a residência da idosa, no 13º andar. No apartamento, o assaltante dominou também uma empregada e passou a revirar os móveis, fugindo em seguida com aliança, corrente e cordão de ouro, entre outras jóias, R$ 2 mil e um celular.

A polícia ainda não sabe com exatidão o número de ataques praticados pelo assaltante e solicita que vítimas procurem a delegacia para prestar esclarecimentos que possam ajudar a identificar o assaltante. Um retrato falado foi divulgado.

– Estamos dando atenção especial para o caso – afirma Gilberto Souza, chefe de investigações da 10ª DP.

Entre 2006 e 2007, condomínios nos bairros Moinhos de Vento, Bela Vista e Petrópolis estiveram na mira de uma quadrilha que atacava prédios de luxo, armada de pistolas, metralhadora e granada. Em junho, o grupo – cinco homens e uma mulher –, desarticulado pela Polícia Civil, foi condenado a penas de até 20 anos de prisão, em decisão da 11ª Vara Criminal da Capital.

Procura-se
Informações podem ser repassadas à 10ª DP, na Rua Jacinto Gomes, 44 (bairro Bom Fim), ou pelo telefone (51) 3331.2653.

ZERO HORA


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.