Porto Alegre: Entrevista: Leandro Cantarelli Lisardo, delegado de polícia


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 26 de abril de 2008

Porto Alegre
“Me senti impotente”

Entrevista: Leandro Cantarelli Lisardo, delegado de polícia

Na manhã de ontem, o delegado relembrou o assalto, e destacou o fato de não ter reagido.

Agência RBS – Por que o senhor não estava armado?

Delegado Leandro – Quando estacionei o carro, achei melhor deixar as armas na pochete, dentro do carro, para não entrar no local (centro espírita) portando armas. E essa atitude se mostrou acertada, pois se eu estivesse armado poderia tentar alguma reação, e pessoas inocentes poderiam ser atingidas em um eventual tiroteio.

Agência RBS – Mesmo desarmado, pensou em reagir?

Delegado Leandro – Não, pois além de não portar arma, eu estava sozinho, e eles eram três.

Agência RBS – Como o senhor se sentiu, ao ser mais uma vítima da violência, mesmo sendo policial?

Delegado Leandro – Dá um sentimento de impotência. Trabalhamos para manter a segurança da população e acabamos passando por isso.


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


2 respostas para “Porto Alegre: Entrevista: Leandro Cantarelli Lisardo, delegado de polícia”

  1. Sistema Bruto disse:

    parabens pelas matérias.

    Rudson Bogarim Barbosa
    sistemadeseguranca.blogspot.com

  2. Olá Rudson!
    Fico contente que esteja proporcionando reações favoráveis e satisfatórias.

    Fique à vontade para colaborar.

    Um abraço,

    Emir
    https://www.consultordeseguranca.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.