Roubado o carro de sub da BM


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 8 de janeiro de 2007

JOSÉ LUÍS COSTA

Considerado um dos principais focos de repressão pelo novo comando da Brigada Militar, o roubo de veículo fez vítima o subcomandante da corporação na noite de terça-feira, em Porto Alegre.

Horas antes de tomar posse, o coronel Paulo Roberto Mendes teve o carro roubado no bairro Protásio Alves. Três homens armados atacaram o casal de filhos do oficial (com 22 e 18 anos) e levaram o Celta que Mendes usava para ir ao trabalho.

Ontem pela manhã, o carro foi localizado sem rodas e com os bancos parcialmente queimados em uma conhecida área de desmanche em Gravataí.

Dos documentos, Mendes só recuperou a habilitação. Os filhos do coronel foram atacados às 23h45min, próximo a uma lancheria da Avenida Mãe Apolinária Matias Batista.

Os jovens pretendiam buscar lanches e teriam parado ao encontrar um amigo. O trio obrigou as vítimas a sair do veículo e fugiu levando também a carteira funcional de Mendes, identidade, habilitação, cheques e cartões.

– Isso está dentro do contexto. É uma questão de estatística, e eu entrei na estatística. Não sabiam de quem era o carro. Meu problema não é mais importante – comentou Mendes ontem de manhã, após assumir o seu novo posto na BM.

Há duas semanas, ao ser anunciado como subcomandante, Mendes afirmou que sua prioridade seria o combate ao furto e roubo de veículos e a fiscalização em desmanches:

– Vamos centrar fogo no roubo de veículo. Ele traz quatro vertentes da criminalidade: o roubo, o condutor que é foragido ou procurado, a arma e a droga. O veículo será o alvo preferencial para pegar o bandido. Será um verdadeiro ataque para diminuir a criminalidade. Teremos barreiras para valer. Se o bandido escapar na primeira, pegamos ele em casas noturnas, em bares e em desmanches. Temos de perturbar essa gente todo o santo dia – disse Mendes.

O Celta foi localizado perto do Distrito Industrial de Gravataí, em uma matagal ao lado da freeway.

Em novembro, ZH esteve no local e encontrou restos de cinco veículos. Em 2 de dezembro, a vítima dos ladrões foi a governadora Yeda Crusius, que teve seu Passat roubado.

( joseluis.costa@zerohora.com.br )

O número
Ladrões levaram na terça-feira 70 carros no Estado, 31 deles na Capital


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.