Segurança: adesivos da família dividem opiniões pelo Brasil


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 1 de dezembro de 2010

 Segurança: adesivos da família dividem opiniões pelo Brasil
Os populares “adesivos da família” ou “Família Feliz” (foto), dividem opiniões pelo Brasil, onde se tornaram moda. Há aqueles que dizem que o material é perigoso, pois, dá dica para ladrões e assaltantes e aqueles que dizem que isso não é tão verdade assim.
No jornal Zero Hora de Porto Alegre, por exemplo, há três opiniões semelhantes.
Mesma opinião do diretor do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic/RS), Ranolfo Vieira Júnior e do delegado Juliano Ferreira, da Delegacia de Roubos.
Já para o jornal Mídiamax de Campo Grande, os adesivos facilitam a vida dos criminosos. Em entrevista ao site, o delegado titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Defraudações (Dedfaz), Ricardo Santos de Carvalho, disse que há riscos sim. “Quem coloca o adesivo faz para mostrar para o mundo que sua família é unida e feliz, mas isto é muito perigoso. Bandido pode usar deste artifício para ganhar dinheiro com violência ou não”, diz ele alertando sobre seqüestros e golpes por telefone.
Outros meios
Outros adesivos também podem oferecer riscos. Pelo menos é que pensa o coronel Roberson Bondaruk, comandante da Academia Policial Militar do Guatupê/PR.
Para o jornal “Paraná On-line”, ele relatou algo diferente do que o companheiro de Mato Grosso do Sul disse. “Os adesivos de academia, universidade ou até dos bonequinhos são mais genéricos, não apresentam tanto risco. O problema são os decalques com dizeres como “fulano à bordo’ ou “fulano e beltrana: amor eterno’, por que esses nomes podem ser utilizados por um delinquente interessado em forjar um sequestro, por exemplo”, garante.
Além dos adesivos, dados disponibilizados em redes sociais tais como Orkut, Facebook, Twitter e similares podem representar o mesmo perigo, ou perigo ainda maior que a “Família Feliz”, uma vez que há quem coloque até fotos dos familiares.

Fonte: AQUIDAUANA NEWS

Nota do Emir: Nos próximos dias irei comentar sobre o caso que está sendo bastante discutido hoje!


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.