SP terá 1 milhão de câmeras até o fim do ano


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 24 de dezembro de 2009

SP terá 1 milhão de câmeras até o fim do ano

SP – Estimativa é da associação das empresas de segurança eletrônica; há dez anos, eram apenas 50 mil equipamentos de vigilância na capital No Metrô, aparelhos derrubaram crimes pela metade; mais 389 serão instalados

Até o fim do ano, os paulistanos serão vigiados por 1 milhão de câmeras. A Abese, a associação das empresas de segurança eletrônica, estima que, em comparação com 2008, quando São Paulo tinha cerca de 500 mil câmeras de segurança, o número de equipamentos na capital terá um crescimento de 100%. Há dez anos, eram apenas 50 mil.

Com o aumento de câmeras, os paulistanos passaram a ser filmados no trânsito, andando pelas ruas, na entrada de edifícios e até em parques.

Encaradas por alguns como invasão de privacidade, as câmeras são usadas principalmente para segurança. Na cidade, 60% dos aparelhos que estão instalados em áreas externas são usados por órgãos do governo, como PM, Guarda Civil Metropolitana e CET.

Assalto filmado

Há duas semanas, o advogado Carlos Alberto Ergas acompanhou a distância, de seu escritório, a ação de criminosos que assaltavam sua casa, graças às câmeras instaladas na residência. Ele acionou a polícia, que por um erro de comunicação foi à casa ao lado e deixou os ladrões fugirem.

No Metrô, a vigilância fez os crimes caírem pela metade. A companhia iniciou em outubro a instalação de 389 novas câmeras, que começará pela Linha 3-Vermelha. A estação Marechal Deodoro será a primeira completamente monitorada.

Num condomínio, um sistema de circuito interno de TV pode custar até R$ 100 mil. Segundo a Abese, em 2008, a comercialização de câmeras movimentou cerca de R$ 3,9 milhões em todo o Brasil. l

Fonte: Jornal Destak

Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.