Vítimas deAssalto


por Emir Pinho - Consultor de Seguranca - 51 9967 3306 - ID 9214136 em old / 28 de setembro de 2008


28 de setembro de 2008 N° 15742 Jornal Zero Hora

VÍTIMAS DE ASSALTO

Émerson Paim, 36 anos, de Porto Alegre: “Eu me sinto um sobrevivente”

O agente de viagens foi assaltado em 23 de agosto, na Zona Norte, quando estava dentro do carro com a mulher e o filho de quatro anos.


“Fomos assaltados quando estacionei na frente da casa de um amigo do meu filho de 14 anos, em torno das 20h. Estava com a minha mulher e o pequeno. Telefonei para avisar que tinha chegado, mas ele não atendeu. Enquanto esperava, chegou o ladrão. Foi aterrorizante, ele batia com a arma no vidro, no lado da Luciana. Ela gritava: ‘Não, não, não. Ele tá com uma arma’.

Ele passou a apontar a arma para o meu filho, no banco de trás. Não acreditei no que estava acontecendo. Saí do carro, com as duas mãos erguidas, pedindo calma. Ele tinha uma expressão transtornada, piscava os olhos. Ficou apontando o revólver para mim. Gritou, nervoso: ‘Quero dinheiro e celular’. Entreguei o celular e a carteira. Achei que ele iria atirar, porque fechou um olho, para fazer a mira, e retraiu o rosto, como se tivesse receio do barulho. Virei as costas, entrei no carro e saí rápido. Tomei a atitude que achei a mais correta. Só pensava na mulher e no filho. Ainda bem que o outro filho continuava dentro da casa do amigo dele, sem saber de nada. Meu filho pequeno pergunta o tempo todo se a arma era de brinquedo, se o ladrão vai voltar. Não me sinto um herói, mas um sobrevivente.”

Como agir

– Ao estacionar, esteja com tudo pronto para deixar o veículo assim que desligar o motor

– Dê uma olhada ao redor. Espelhos retrovisores são equipamentos de segurança

– Se costuma andar com o filho, ensine-o a sair do carro previamente. O treino pode ser feito como se fosse uma brincadeira, para não o assustar

– Se for vítima de roubo, tenha como prioridade na negociação com o bandido a retirada da criança do veículo


Tags:


Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.