#Vendedores Vorazes – CINEBusiness


por Emir Pinho em Principal / 18 de abril de 2012

Este artigo foi publicado originalmente no CINE Business – ( http://cinebusiness.blog.br/vendedores-vorazes/ )

Estreou no dia 23 de março o filme Jogos Vorazes (Paris Filmes) muito bem dirigido por Gary Ross. Baseado no livro homônimo escrito por Suzanne Collins, a história gira em torno de Katniss Everdeen de dezesseis anos, que vive em um mundo pós-apocalíptico no país Panem, onde outrora tenha sido os Estados Unidos.

A nova trilogia, best-seller mundial, chega às telas grandes com a promessa de ser o novo Harry Potter da galera.

Tenho certeza de que será muito melhor que o Crepúsculo, só por ter a bela, carismática e talentosa Jennifer Lawrence no papel principal.

O longa se passa num futuro distante (será?), onde, depois da extinção da sociedade como a conhecemos hoje, a América do Norte é dividida em 12 distritos com explícitas e forçadas diferenças sociais.

Anualmente nas ruínas da outrora América do Norte, a nação de Panem força cada um de seus doze distritos a enviar um menino e uma menina para competir nos Jogos Vorazes. Parte entretenimento, parte tática de intimidação do governo, os Jogos Vorazes são um evento televisionado em que os “Tributos” devem lutar um contra o outro até que apenas um sobrevivente prevaleça.

Panem é comandada com mão de ferro pela Capital e por sua casta governante e neste ambiente pós-extinção, a doutrinação é baseada no medo e no terror e na exploração.

Como represália por uma tentativa de golpe contra a Capital, a cada ano os Jogos Vorazes se repetem. As regras são aparentemente simples: os 24 tributos, como são chamados os jovens, são levados a uma gigantesca arena real e virtual e devem lutar entre si até que os demais sejam “eliminados” no paredão da disputa. O vitorioso, além da glória, leva grandes vantagens para o seu distrito.

Tudo isso idioticamente transmitido pela televisão, bem ao estilo do BBB, com intervenção direta da “organização” dos Jogos e com o claro objetivo de obter mais e mais telespectadores, aumentar a audiência e fazer mais propaganda neurocientífica quase que hipnótica da supremacia da Capital. Tornar seus espectadores cada vez mais serviçais e subservientes. Qualquer semelhança é ficção!

Até um romance é induzido e planejado durante o jogo, tal como eu escrevi antes, bem ao estilo do BBB!

A trama se revela emocionante quando a jovem Katniss se oferece como voluntária para salvar sua irmãzinha caçula que fora escolhida para a mortal disputa. Katniss empenha-se com unhas e dentes para ganhar os jogos e cumprir a promessa de voltar viva para proteger sua família. Ela é capaz de reinventar seus conceitos e se adaptar ao cotidiano que se apresenta.

Todos temos motivações na vida! E fazemos coisas indescritíveis por nossas motivações. Quais as suas? Pense…

Durante os jogos a jovem competidora é auxiliada pela companhia de Peeta Melark (Josh Hutcherson), desafiando não apenas os demais competidores, mas principalmente o sistema opressor dominante, mesmo quando sua determinação e desenvoltura é abertamente “sacaneada” pelas falcatruas da organização. Olha o BBB aqui de novo.

Em algumas cenas, aparecem remédios em potes e até um tipo de “Big Fone” anunciando mudanças nas regras durante os Jogos.

No restante do filme é impossível que não se torça pela valente, determinada, bela e corajosa Katniss. Eu mesmo cheguei ao ponto de fechar os pulsos e ficar tenso em vários momentos do excelente filme.

Até a pipoca ficou de lado!

Em muitos momentos, as similaridades com as situações da vida corporativa são inevitáveis. Principalmente para a área comercial das empresas.

Para mim que sou um eterno vendedor (não confunda com vendedor eterno) todos os dias são como em Panem. Vivemos uma era de incertezas e de inúmeras batalhas comerciais que mudam de instante para instante, como que motivadas pela simples existência dos demais competidores.

E temos que garantir a nossa sobrevivência, custe o que custar!


São negociações vorazes, disputas vorazes, pechichadores vorazes, compradores chorões vorazes e cada vez um número maior de espectadores torcendo para ver o “sangue da batalha” escorrendo em praça pública.

E assim como Katniss, os profissionais de vendas precisam fortalecer seus principais atributos para se diferenciar no campo de disputa e obter a vitória honrosa e que permita sua sobrevida.

No filme, Katniss é especialista no uso do arco e flecha. Aqui fora, o Vendedor tem que ser especialista em vendas, tem que ser ótimo interrogador, exímio negociador, expert em conhecimentos de seus produtos e dos serviços de sua empresa e acima de tudo, mestre na arte de atender com excelência e com inovação.

Isso sem falar na concorrência voraz!! Essa é cruel e baixa!

Durante seus atendimentos, muitas vezes o Vendedor precisa ser quase que “pornograficamente” engolidor de sapos. Precisa ter paciência de monge, olhos de águia, coragem de leão, ouvidos de tuberculoso, camuflagens de camaleão, enfim, precisa ser multiflex!

Somos profissionais! Precisamos ser Vendedores Vorazes!

Na vida dos vendedores, o passado só existe para ser rememorado pelo conhecimento adquirido. Nunca para assegurar ou justificar sua sobrevivência! Ou seja, tudo o que você fez e obteve anteriormente é lembrado mas não garante seu sustento e sua manutenção na empresa e nem tampouco uma estabilidade gloriosa!

Um vendedor é movido por vitórias diárias e muitas vendas subsequentes. O Vendedor Voraz deve ser sempre inimigo da assassina Zona de Conforto. Ela é a bandida da história, é traiçoeira e se instala com a maior facilidade, tornando improdutivos os mais diversos ambientes. Insinuante e provocadora, essa “piriguete” já acabou com muitas carreiras. Só não consegue dizimar aqueles que se mantém permanentemente preparados, treinados, energizados e entusiasmados. Essa é uma das chaves do sucesso!

Vocês estão prontos para se tornarem Vendedores Vorazes?

Abração do @emirpinho.

Ficha Técnica:
Título Original: The Hunger Games
Lançamento: 2012 (EUA)
Direção: Gary Ross
Duração: 142 min
Gênero: Ficção Científica



Eu quero mais artigos como este!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.