O poder do feedback


por Emir Pinho em Principal / 17 de maio de 2013

O poder do feedback

(artigo publicado originalmente no Blog de Gestão – http://desafiosdegestao.blogspot.com.br )

fodebackUma das constatações que pudemos chegar estudando a área de Recursos Humanos, é de que o desenvolvimento da liderança ainda é a grande oportunidade para as empresas obterem melhores resultados.

Uma boa gestão de pessoas faz toda a diferença para o alcance e manutenção de resultados, e no nosso entendimento, o principal papel da liderança é criar novos líderes, desenvolvendo time de pessoas altamente capacitadas para gerar os melhores resultados para organização.

Nesse sentido, o feedback cumpre um papel fundamental no contexto empresarial, pois é a forma de posicionar os colaboradores sobre os seus comportamentos que devem ser mantidos, sobre as questões que não devem ser repetidas e sobre os diferenciais que devem ser desenvolvidos.

Falando assim, parece que é fácil, mas a arte de dar feedbacks, na nossa percepção, é um dos maiores desafios da liderança moderna. Podemos relacionar uma série de aspectos que atuam como dificultadores, a começar pela complexidade que é entender o mundo interior das pessoas, as diferenças individuais de cada integrante da equipe, a comunicação interpessoal, a falta de tempo e, ainda, a pouca habilidade dos gestores para utilizar esse instrumento tão poderoso.

Dar e receber feedback é um processo que se constitui em um dos conceitos básicos nas relações interpessoais.

O gestor deve entender que o desenvolvimento de pessoas é fator competitivo não só para as organizações, mas também para ele, enquanto profissional do mercado. Os melhores resultados efetivamente acontecem por meio da Gestão com as Pessoas e não através delas.

Então, quer ter bons resultados?  Invista seu tempo na Gestão de Pessoas, e intensifique cada vez mais a habilidade de dar e receber feedbacks.

Eis algumas dicas que podem ser úteis para que você, sua equipe e a sua empresa atinjam bons resultados:

·         Busque conhecer mais sobre as pessoas da sua equipe, como elas são, o que as motivam e as desafiam. Interesse-se sinceramente por elas, todo o resto é consequência;

·         Mantenha comportamento de respeito com todos os membros da equipe;

·         Valorize o trabalho bem feito, indique qual o ponto alto, mas sugira o que pode ser melhorado;

·         Fique atento à fala e à ação. A sintonia deve ser natural e constante;

·         Mantenha um ambiente de confiança e transparência. Estimule feedbacks sinceros e respeitosos entre os membros da equipe;

·         Crie a cultura de feedback e não a de “ferrabeck”. Entenda que feedback serve também para falar das coisas que foram bem feitas e não só para falar dos problemas ou erros. É importante fazer com que a equipe perceba que o feedback é um presente para o autodesenvolvimento, uma ferramenta utilizada por você, e doravante pelos demais membros da equipe, para desenvolvimento individual e coletivo enquanto profissionais e não para denegri-los;

·         Se tiver que dar um feedback negativo, prepare-se mais para ser assertivo e ter os melhores resultados.  A outra pessoa precisa entender que você é parceiro e não adversário ou competidor;

·         De forma alguma permita que o feedback se torne um “fodebeck Parmalat” do tipo “- E aí, tomou?”;

·         Acompanhe os resultados e valorize todo o progresso, além de apontar as correções e as readequações em busca da excelência;

·         Fique atento às palavras utilizadas. Um dos erros frequentes que acontece durante os feedbacks e que acaba por colocar a sua eficiência à prova é a utilização negativa da palavrinha “mas”. Procure usá-la corretamente sem causar conflito. Procure usar a letra “e” para compor positivamente e de forma construtiva.

Para finalizar, mostre sinceramente o quanto as pessoas são importantes para você e para a sua organização, isso facilitará em grande parte o seu trabalho, além de contribuir com um clima favorável para aflorar a criatividade e o surgimento de boas ideias, sem falar na fidelização de seus colaboradores.

Resultados verdadeiros partem de pessoas apaixonadas por aquilo que fazem. Seja um maestro na execução da sinfonia e aguarde que seu feedback venha na forma do aplauso de seus superiores, da confiança da equipe e na satisfação de seus clientes.

Desejamos ótimos feedbacks para todos e contamos que vocês, leitores deste Blog de Gestão, nos presenteiem com seus feedbacks sobre este e todos os demais “Artigos de Casal” que eu, Margarete, e o Emir Pinho estamos preparando especialmente para vocês!

Um gigantesco abraço para todos…até a próxima!

@meg_pinho e @emirpinho


 epalestEmir Pinho

Palestrante Motivacional e Comercial, Consultor e Gestor de Segurança nº 1 no Google

(51) 9967 3306 – emir@consultordeseguranca.com.br

www.facebook.com/emirpinho – twitter: @emirpinho

 

Margarete Rodrigues Pinho

Formanda em Gestão de Recursos Humanos e Diretora da EMP Consultoria e Treinamentos Empresariais

(51) 9826 8526 – (51) 3377 8237 – meg@empconsultoria.com.br

http://www.facebook.com/margaretegrpinho – Twitter: @meg_rodrigues



Tags:, , , , , , , , ,


Eu quero mais artigos como este!


2 respostas para “O poder do feedback”

  1. Creo que esta es una de las informaciones más esenciales para mí.
    Y me alegro de leer su artículo. Pero deseo comentar algunas cosas generalmente, el estilo del sitio es perfecto, los artículos son verdaderamente excelentes:
    D. Buen trabajo, ¡saludos, volveré de nuevo desde que marqué
    esta página y lo twitteé a mis seguidores!

  2. CITIFACE disse:

    Me gusta la valiosa información que da para sus artículos.

    Voy a marcar tu weblog y regresar a probar acá habitualmente.
    ¡Estoy bastante seguro de que me informarán muchas cosas nuevas aquí mismo!

    Buena suerte para lo siguiente! ¡Volveré, ya
    que he marcado esta página como preferida y lo he
    twitteado a mis seguidores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *